Amor de Deus na Bíblia: [Estudo bíblico com tudo]

Tempo de leitura:15 Minuto, 58 Segundo

O amor de Deus na Bíblia é um dos tópicos mais incríveis que a mente humana pode estudar.

Desta vez pretendo compartilhar com vocês um estudo completo sobre as perguntas mais frequentes que as pessoas se perguntam sobre o amor de Deus.

Espero que seja uma bênção para sua vida, contribua para o seu crescimento espiritual e aproxime-o do coração de Deus.

Vamos começar falando sobre o que é dito sobre o amor de Deus na Bíblia.


O que a Bíblia diz do amor de Deus por nós?

Abaixo compartilharei algumas declarações sobre o que a Bíblia diz sobre o amor de Deus com seus respectivos textos para suportá-los.

– O amor é a essência do caráter de Deus.

↑ 1 João 4:16, 1 Corinthians 13:4-5 ↑

Deus toma a iniciativa de nos amar, mesmo quando não o amamos.

^ Deuteronômia 7:7-8; 1 João 4:16 ; Hosea 11:4, João 15:9, 1 João 4:10 ↑

– O amor de Deus por nós é grande, imenso, imensurável.

^ Efésias 3:17-19, Salmo 13:5-6; Salmo 36:5-7; Salmo 33:20-22; Salmo 52:8; Salmo 86:5; Salmo 86:12-15; Salmo 138:8; Salmo 143:8; Salmo 143:12; Salmo 145:8 ↑

– O amor de Deus é incondicional.

^ Isaías 54:10; Romanos 5:8, Romanos 8:37-39 ↑

– O amor de Deus por nós é eterno.

↑ Jeremias 31:3 ↑

– O amor de Deus é inesgotável.

↑ Lamentações 3:22-23, João 13:1 ↑

– Deus não nos nega seu amor.

↑ Salmo 66:20 ↑

Podemos pedir a Deus para nos ajudar ou nos ensinar a experimentar Seu amor por nós.

↑ Salmo 42:8, 2 Thessalonians 3:5 ↑

– É graças a Jesus Cristo, através de quem a humanidade caída tem acesso ao amor de Deus.

↑ João 16:26-27, 1 João 4:10 , 1 João 4:9, Efésias 2:4-5

– O amor de Deus nos torna valiosos aos olhos dele.

^ Isaías 43:4; Isaías 49:15-16 ↑

O amor de Deus é capaz de dar tudo por nós, incluindo a própria vida de Jesus Cristo como um resgate por nossos pecados. 

^ João 3:16; João 15:13; Efésias 5:25-26, Isaías 53:5, 2 Coríntios 8:9 ↑

– Experimentar o amor de Deus em nossas vidas implica que obedecemos a Seu conselho amoroso e sábio.

^ João 14:23; João 14:21 ; Deuteronômia 7:9; Salmo 97:10 ↑

– Deus nos ama tanto que Ele nos perdoa prontamente.

^ Salmo 30:5; Salmo 86:5; Micah 7:18 ↑

O amor de Deus nos inspira a fazer o nosso melhor por Ele.

^ Gálatas 2:20; 2 Corinthians 5:14; Salmo 63:3 ↑

– O Senhor nos corrige amorosamente porque ele quer o melhor para nós.

↑ Hebreus 12:6 ↑

O amor de Deus por nós é comparável, humanamente falando, ao de um pai para seus filhos.

↑ Salmo 103:13, 1 João 3:1 

– O amor de Deus o faz querer nos ajudar e nos dar o melhor para nós, e dar o melhor aos outros.

↑ Isaías 41:10, Jeremias 29:11, Zephaniah 3:17, Romanos 8:31-32, 1 Coríntios 2:9, 2 Thessalonicianos 2:16, João 15:12


O que é amor de Deus De acordo com a Bíblia

De acordo com meu entendimento do ensino bíblico, não é possível definir o amor de Deus como algo separado dele.

A Bíblia ensina que Deus é a própria personificação do amor. { 1 João 4:8 }

O amor de Deus na bíblia não é simplesmente uma característica ou qualidade de Deus, o amor é definido em uma pessoa, o próprio Deus. Assim, amor e Deus são inseparáveis.

Tudo o que Deus faz é uma expressão de Sua pessoa, e tudo o que Deus faz em Si mesmo é amor.

De acordo com a palavra de Deus, Deus é a fonte do amor, e o amor do criador é um amor infinito e incondicional, que não está condicionado pelas limitações às quais o pecado submeteu expressões humanas do amor.

O amor de Deus na Bíblia é tão perfeito e incondicional que Ele é capaz de dar tudo por nós, mesmo que não mereçamos ou retribuímos, como Ele demonstrou na Cruz do Calvário.


Por que Deus é dito ser amor

Como mencionado na parte anterior desta publicação, Deus é dito ser amor porque a própria Bíblia diz que exatamente em 1 João 4:8.

A Bíblia não só diz que Deus é “amoroso”, referindo-se a uma qualidade ou atitude dele, mas diz que Deus é amor, o que significa que Deus e o verdadeiro amor são um e o mesmo.

O que isso significa é que:

Deus é a fonte de todo amor verdadeiro. O amor não pode ser definido exceto à luz das ações amorosas, perfeitamente puras e completamente nobres de Deus.


Quão grande é o amor de Deus

Existem inúmeros textos bíblicos que nos reiteram repetidamente que o amor de Deus é grande e imensurável.

No entanto, para responder o quão grande é o amor de Deus, é necessário referir-se à Bíblia, mais precisamente em Efésias 3:18-19, onde nos dizem que “a amplitude, comprimento, altura e profundidade” do amor de Deus “supera todo o conhecimento”.

O que isso significa é que o amor de Deus é tão imenso e ilimitado que é impossível para a mente humana compreender.

Um amor que a Bíblia cataloga como inesgotável, eterna e usando raciocínio dedutivo, poderíamos catalogar como infinito.

É assim que o amor de Deus é grande.


Como é o amor de Deus por nós

Uma boa caracterização do que é o amor de Deus por nós na Bíblia, encontramos em 1 Coríntios 13, onde as escrituras nos dizem que o amor, o próprio Deus, é paciente e gentil, não é invejoso ou orgulhoso.

Ele nos diz que o amor de Deus nunca se comporta mal, não é materialista, ou fica com raiva facilmente.

Também nos afirma que o amor de Deus não guarda rancor, nem se deleita com o mal, pelo contrário, se alegra na justiça.

Também nos diz que o amor de Deus perdoa tudo, espera tudo, e é capaz de suportar tudo por nós.

Também nos deixa claro que o amor de Deus por nós está extinto.

Tal escritura também nos diz que o amor de Deus por nós é como o amor de um pai perfeito por uma criança.


Como o amor de Deus pode ser sentido

De acordo com o que se diz do amor de Deus na Bíblia, para sentir seu amor podemos pedir a Deus para revelá-lo para nós e nos ajudar a entendê-lo em particular e intimamente. { Salmo 42:8, 2 Tessalonicenses 3:5 }

Quando pedimos isso a Deus em oração, o Espírito Santo nos conduz através de um processo interno no qual ele nos revela a verdade importante de que somos infinitamente e incondicionalmente amados por Deus, que transforma nossa realidade para sempre.

Entender o amor de Deus por nós é um dos principais passos nesse processo.

Jesus nos explicou através da parábola do filho pródigo que o amor de Deus por nós é como o de um pai que ama incondicionalmente seu filho, mesmo que ele seja rebelde e cometa erros.

Quando entendemos que não há nada que possamos fazer para perder o amor de Deus, então é o Seu amor que nos transforma de dentro, fazendo-nos retribuir esse amor através de nossa obediência.

Outra maneira de sentir o amor de Deus é quando Deus nos corrige. { Hebreus 12:6 }

Embora ser amado por Deus seja quase sempre uma experiência prazerosa, também haverá momentos em que Deus nos disciplinará carinhosamente para nos guiar no melhor caminho.

Nesses momentos não devemos pensar que Deus nos abandonou, ou que Ele não nos ama, pelo contrário, devemos agradecê-Lo por Seu interesse amoroso em nossa salvação e santidade.


Como o amor de Deus se manifesta em nossas vidas

O amor de Deus em nossas vidas se manifesta de formas infinitas, desde a criação e a natureza, até sua generosa provisão para nossas necessidades diárias.

Uma maneira particular de o amor de Deus se manifestar em nossas vidas é que Deus nos ama tanto que ele quer o melhor para nós, e ele quer nos dar o melhor como um pai amoroso para seus filhos {Mateus 7:11}.

Então o amor de Deus o faz querer nos ajudar e nos dar o melhor para nós.

Além disso, podemos sentir diariamente em nosso ser o amor infinito de Deus por nós como um pequeno fogo que queima dentro de nós aquecendo o frio de nossa alma.

A experiência mais maravilhosa que uma pessoa pode experimentar é perceber o trabalho do espírito santo, constantemente derramando o amor de Deus em seu coração. { Romanos 5:5 }

Outra das muitas maneiras pelas quais o amor de Deus se manifesta em nossas vidas é através de Seu generoso perdão por todos os nossos erros, que é concedido a nós através e graças aos méritos de Jesus Cristo, nosso Salvador. { Salmo 30:5; Salmo 86:5; Micah 7:18 }


Como Viver no Amor de Deus

A Bíblia é clara ao apontar que para viver no amor de Deus é necessário obedecer a Seu conselho amoroso e sábio. { 1 João 2:5, João 14:23, João 14:21, Deuteronômia 7:9, Salmo 97:10 }

Isso não é porque o amor de Deus por nós está condicionado à nossa obediência, mas é através da obediência a Deus que desfrutamos das coisas boas que Ele tem que nos dar, enquanto é por causa da desobediência que nos afastamos dele e sofremos as consequências do pecado.

Deus colocou à nossa disposição um número infinito de bênçãos e gentilezas que nos mostram seu amor, que podemos acessar seguindo suas instruções amorosas.

Se optarmos por segui-los, desfrutaremos das manifestações de Seu amor, se nos afastarmos deles sofreremos as manifestações do pecado.


Características do Amor de Deus na Bíblia

Existem muitas características do amor de Deus reveladas nas Escrituras, 1 Coríntios 13:4-8, por exemplo, nos dá o seguinte:

Paciente Ele não guarda rancor.
Tipo Não se deleita com o mal
Não invejoso Tudo pede desculpas.
Não se vangloriar Ele acredita em tudo.
Não estou orgulhoso. Tudo espera
Não se comporta rudemente Tudo suporta
Não é egoísta. Nunca se extingue.
Não fica com raiva facilmente  

Algumas outras características do amor de Deus na Bíblia são as seguintes:

– Tome a iniciativa { 1 João 4:10 }

– É imensurável { Efésias 3:17-19 }

– É incondicional { Romanos 5:8 }

– É eterno { Jeremias 31:3 }

– É inesgotável { Lamentações 3:22-23, João 13:1 }

– Ele não se recusa a amar { Salmo 66:20 }

– Isso nos torna todos valiosos { Isaías 43:4; Isaías 49:15-16 }

– Ele é capaz de dar tudo para nós { João 3:16 }


Benefícios do Amor de Deus na Bíblia

Os benefícios do amor de Deus na Bíblia são incontáveis, desta vez gostaria de compartilhar com vocês alguns deles:

– Livremente nos concede a salvação através de Jesus Cristo. Efésias 2:4-5

– Enche nosso coração, dá sentido à nossa vida e cura as feridas de nossa alma. Salmo 147:3

– Isso nos faz sentir valiosos. Isaías 43:4

– Ele nos perdoa quando nos arrependemos sinceramente. 1 João 1:9

– Conforta e nos fortalece em tempos difíceis. Isaías 41:10

Ele quer nos dar o melhor. Jeremias 29:11


Reflexão sobre o amor de Deus pelos homens

Ao longo da história, os seres humanos fizeram coisas terríveis.

Um dos que mais me impressionou foi um evento que ocorreu há pouco tempo, no ano de 1937, conhecido como o Massacre de Nanjing ou Estupro.

Há um artigo completo sobre a Wikipédia em espanhol, e outro em inglês, referindo-se às atrocidades cometidas por uma divisão do Exército Imperial Japonês contra civis chineses na cidade de Nanjing.

Coisas que vão desde massacres e estupros de crianças, canibalismo ou forçar pessoas inocentes a cometer incesto.

As seguintes linhas serão horríveis de ler, e podem ferir sensibilidades; eles não são adequados para todos os públicos.

Ousarei ilustrar a magnitude do que aconteceu com apenas alguns dos testemunhos das pessoas que estavam lá vivendo o que aconteceu.

Isso para que você possa comigo ver dentro do coração humano e entender completamente o assunto do amor de Deus, com o qual eu quero lidar hoje.

“A sétima e última pessoa na primeira fila era uma mulher grávida. O soldado pensou que ele poderia estuprá-la antes de matá-la, então ele a levou para um lugar a cerca de dez metros de distância. Enquanto tentava estuprá-la, a mulher resistiu ferozmente… O soldado a esfaqueou abruptamente na barriga com uma baioneta. Ela deu um grito final enquanto seus intestinos se espalhavam. Em seguida, o soldado esfaqueou o feto, com seu cordão umbilical claramente visível, e jogou-o de lado.

“Muitas vezes as mulheres eram mortas imediatamente após serem estupradas por mutilação (corte de seios) ou esfaqueando-as com a mesma baioneta ou com longos bastões de bambu ou outros objetos afiados que foram inseridos na vagina das vítimas para que acabassem sangrando. No caso das gestantes após o estupro, muitas vezes elas se bayoneuram na barriga, fizeram cortes abertos e rasgaram o útero para remover o feto. Há testemunhas que se lembram de soldados japoneses jogando bebês no ar para capturá-los com suas baionetas.”

“Há também relatos de tropas japonesas forçando as famílias a cometer atos de incesto. Filhos forçados a estuprar suas mães, pais forçados a estuprar suas filhas. Por sua vez, monges que se dedicaram a uma vida de celibato também foram forçados a cometer estupro e fazer sexo uns com os outros, para a diversão do exército japonês.”

Dr. Wilson, em outra carta à sua família: “Eles (os soldados japoneses), bayoneted uma criança, causando sua morte. Passei uma hora e meia esta manhã tentando curar outro menino de oito anos que tinha cinco ferimentos de baioneta, um dos quais penetrou no estômago, fazendo com que uma parte do omento saísse do abdômen.”

As mortes brutais de civis são estimadas em pelo menos 300.000 pessoas, e a duração da barbárie foi de apenas seis semanas.

Por que os soldados japoneses fizeram isso?

Basicamente, a razão pela qual os sociólogos dão em estudar o caso é o fato de que os soldados japoneses estavam cansados, frustrados, entediados e desapontados.

Esta história fica aquém das milhões de atrocidades cometidas pela humanidade diariamente.

Pense no número de crimes horríveis cometidos hoje em um mundo de quase oito bilhões de pessoas.

Como isso faz você se sentir?

Quando ref diisto sobre como Deus se sente ao ver a humanidade perdida no pecado e no mal de tal forma…

Quando penso nisso, vem à minha mente, que é, na minha opinião, o versículo mais estranho e incompreensível da Bíblia, que fala precisamente do amor de Deus.

Provavelmente você sabe de cor, mas hoje pela graça de Deus você vai entendê-lo de uma maneira completa.

Pois Deus amou tanto o mundo que deu seu único Filho gerado, que todos que acreditam nele podem não perecer, mas ter vida eterna.

 

Deus não enviou seu filho ao mundo para condenar o mundo, mas para salvá-lo através dele.

 

| João 3:16-17

É isso mesmo.

Na minha opinião, este versículo sobre o amor de Deus pela humanidade é o mais estranho e incompreensível da Bíblia.

E você vai me dizer: Por que Daniel?

Pense no Massacre de Nankin, pense no Holocausto Judeu.

Reflita sobre o que viu ontem nas notícias do seu país.

Pense nas coisas malignas que passam pela sua mente diariamente.

Analise as coisas tristes que acontecem na casa de um de seus vizinhos.

Pense na maneira como trata seus familiares, ou como se comporta com pessoas necessitadas.

O que você vê?

Eu vejo o mal, eu vejo o mal em meu coração.

É então que considero que só a graça e misericórdia de Deus me permitiu não ser vítima do mal que reside em mim, e que ele quer me controlar para fazer coisas tão hediondos quanto as que você lê.

Depois de consorgar essa ideia, minha pergunta é como Deus pode me amar sendo tão santo quanto ele, e sendo tão ruim quanto eu sou?

Minha pergunta é como Deus pode dizer que ele ama tanto um mundo tão vil, cheio de assassinos, ladrões, estupradores, pedófilos, mentirosos, manipuladores, inescrupulosos, lascivos, intolerantes e egoístas?

Como Deus pode não só dizer que Ele ama esse mundo, mas também mostrar que Ele o ama tanto que Ele deu seu próprio Filho como sacrifício para que todas as pessoas que pisaram neste planeta, pudessem ter acesso ao arrependimento, perdão de seus pecados, salvação e vida eterna?

Como?

Como você pode amar dessa forma algo tão, horrível e grotesco como a humanidade?

Embora eu não entenda se eu sei a resposta.

(…) Deus é amor. (…)

 

| 1 João 4:8

Eu não entendo, eu não entendo. Mas essa é a verdade.

Deus é amor.

Esse é o amor de Deus.

O amor de Deus é incondicional, ele não te ama dependendo do que você faz ou não faz.

Se quiséssemos tentar aproximar superficialmente a magnitude do amor do Senhor, diríamos que Ele nos ama como mãe ou pai ama uma criança criminosa.

Eu não sei o que você tem feito com sua vida, eu não sei o que você estava fazendo ontem, o que você planeja fazer hoje.

No entanto, eu sei que há algum mal nele.

Mas também sei de outra coisa.

Deus te ama incondicionalmente, não importa o que você fez ou fará no futuro.

Jesus deu sua vida, não para que os santos e melhor comportados da raça humana pudessem ter a oportunidade de receber perdão.

Não.

Ele deu sua vida para que pessoas como os soldados japoneses que perpetram o Massacre de Nankin pudessem ter acesso ao arrependimento e à salvação.

Porque aos olhos de Deus, todos os seres humanos não são apenas pecadores igualmente, mas nós somos igualmente amados.

Isso não quer dizer que Deus, porque Deus te ama, então Ele concorda que você faça o que quiser Ele vai salvá-lo.

Não.

Em contraste, mesmo que você se sinta uma pessoa inocente, devo dizer-lhe que só o sacrifício de Jesus faz deus vê-lo justificado.

Aceite o amor infinito e a graça suprema de Deus, prometo que sua vida nunca mais será a mesma.

É hora de aceitar o sacrifício de Cristo em sua vida e em seu coração e permitir que seu espírito santo mude o velho para o novo.

É hora de viver na glória de sua presença, na alegria da liberdade do pecado e na alegria inefável de seu perdão.


O que você pode compartilhar conosco sobre o amor de Deus na Bíblia? Compartilhe um comentário.


Você está lutando com problemas ou circunstâncias difíceis em sua vida, e você sente que precisa de ajuda?

Estamos aqui por você. Oferecemos a você a possibilidade de falar com alguém que vai ajudá-lo através de todas essas coisas difíceis, sempre de mãos dadas com Deus.

Desconto no aconselhamento cristão

Use o cupom DIOSPRIMERO2022 quando for fazer o pagamento e obtenha 50% de desconto.

Bênçãos e um abraço.

Amor de Deus na Bíblia: [Estudo bíblico com tudo]

Sobre o autor

Daniel & Jessi

Quando minha mente estava cheia de dúvidas, seu conforto renovou minha esperança e minha alegria. Salmos 94:19 | Conheço muito bem os planos que tenho para vós — afirma o Senhor — planos de bem-estar e não de calamidade, para vos dar futuro e esperança. Jeremias 29:11
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.